quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

"Salve Jorge", enfim, começa!!!

A chegada de Morena na Turquia marca a primeira grande virada da novela das nove!


"Salve Jorge": Morena (Nanda Costa) se desespera e dá uma surra em Wanda (Totia Meirelles)

Por Júlio César Martins

     Depois de afugentar os órfãos de "Avenida Brasil" com uma narrativa ultrapassada, tramas dispensáveis e a nítida sensação de deja vú, "Salve Jorge" finalmente exibiu no capítulo 38 - exibido em 4 de dezembro - a chegada de Morena (Nanda Costa) na Turquia e sua reação ao descobrir a farsa engendrada por Wanda (Totia Meirelles). O evento rendeu uma cena antológica, uma surra pra ninguém botar defeito, do jeito que o povo gosta.

    Mas, ao que tudo indica, a novela está longe de estabelecer o ritmo desejável para alçar vôos mais altos no Ibope. O capítulo seguinte passeou pelo "mais do mesmo", descompromissadamente. Morena apareceu em duas cenas e o gancho do final do capítulo não esteve relacionado diretamente aos protagonistas. Com personagens "saindo pelo ladrão", a autora encontra dificuldades em concentrar as tramas no núcleo principal, pulverizando as ações, arrastando a novela. A sensação é de que a trama padece pela falta de planejamento estratégico, dando a impressão de que a autora escreve ao sabor dos acontecimentos.

      Mesmo após a pesquisa feita com o grupo de telespectadores (procedimento de praxe da TV Globo quando as novelas patinam na audiência), Glória Perez avisou que não vai enxugar subtramas nem personagens, alegando que todos são necessários. A postura - suicida, a meu ver - dá indícios de que a trama central não vai render tanto quanto se espera, condenando "Salve Jorge" ao posto daquela novela que "poderia ter sido, mas não foi".

      Talvez seja hora de Glória Perez lançar mão de um truque da mentora Janete Clair para ajustar a novela: uma tragédia catastrófica, aos moldes de um terremoto, para enxugar as tramas paralelas e reordenar a relevância dos personagens e acontecimentos. Porém, vale lembrar que é comum às novelas de Glória Perez uma rejeição inicial que acaba se convertendo em um grande sucesso conforme o desenrolar dos capítulos. Experiente, a autora sinaliza o quanto confia em sua sensibilidade - e é provável que esteja certa.

      O que te incomoda e o que te entusiasma em "Salve Jorge"? Comente.

3 comentários:

  1. Salve Jorge até o capítulo 38, foi uma espécie de prólogo, a história em si ainda não havia começado. A novela focou neste inicio, no cotidiano chato dos muitos personagens e depois da sensação de agilidade incrível que Avenida Brasil passava, foi difícil ter que acompanhar a monótona Salve Jorge. Só agora a trama começou de fato, Morena está em perigo e possivelmente Théo como bom herói correrá para salvá-la, e ela própria tentará escapar de seus algozes. A trama promete, com a investigação sobre o tráfico liderado pela personagem de Giovana Antonelli e com os embates entre Morena e Wanda. Acredito que o que incomoda a maioria são os núcleos desnecessários, personagens avulsos e ritmo lento, tem capítulos em que quase nada acontece, as repetições de Glória também incomodam e muito. Não quero ser chato, mas também não estou curtindo a direção, cenas como a correria de Théo para alcançar Morena, a surra, os barracos do alemão, e os conflitos do próprio núcleo do tráfico e muitas outras poderiam render mais, as vezes parece tudo muito artificial, não conseguem captar as emoções dos personagens. Nunca fui muito fã das novelas de Glória, mas sempre acabo gostando do meio para o final rs, lembro que odiava Caminho das índias, mas acabei me rendendo aos "are baba" "Arebaguandí" e por aí vai. Acredito que como toda novela de Glória, Salve Jorge acabará por fisgar o telespectador e driblar esta resistência, Glória é mestre nisso, acho que a resistência a Salve Jorge foi muito maior devido ao fato de substituir o fenômeno Avenida Brasil e depois da tão falada (pequena) "revolução" que a trama de JEC causou, fica mesmo complicado voltar á ver aquele novelão á moda antiga. No primeiro capítulo com a técnica de começar mostrando o futuro, até pensei que Glória fugiria do tradicional, mas acabou que não teve jeito. Enfim, acredito que a partir de agora a trama começa a melhorar, e teremos a menos uma boa novela para ver nos próximos meses, claro que se Glória optar sim por cortar alguns núcleos, dar mais ritmo a suas tramas e fortalecer seus personagens, tudo fica ainda melhor, Salve Jorge tem potencial para ser sucesso basta Glória saber mexer seus pauzinhos e contar como se deve essa bela história.

    twitter: @rafabsantpv

    ResponderExcluir
  2. Júlio César Martins9 de dezembro de 2012 07:04

    http://televisao.uol.com.br/colunas/flavio-ricco/2012/12/09/salve-jorge-vai-sumir-com-alguns-personagens.htm

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...