quinta-feira, 11 de abril de 2013

Twitterspectadores

Por Daniel Couri

Um novo jeito de assistir TV se popularizou nos últimos dois ou três anos. Confesso que – pelo menos para pessoas como eu, que ainda engatinham nesse mundo de tecnologias galopantes – a nova forma de ver televisão requer certo malabarismo. Refiro-me ao twitter, a rede social que une telespectadores do país (e do mundo) todo.

Atualmente é bem comum comentar as novelas em tempo real. Falo das novelas porque é quando a maioria dos tuiteiros 'comentaristas' convergem para o mesmo programa. Novela ainda é uma paixão nacional, por mais que o gênero passe por altos e baixos. Seja para aplaudir ou atirar pedras, o Brasil está sempre de olho nela.


Não sou tuiteiro muito assíduo, mas tenho notado cada vez mais claramente um lado positivo e outro negativo nessa história. O bom é que assistir a um programa que você curte e poder comentá-lo com outras pessoas que também curtam é muito divertido. É como reunir um grupo de amigos em casa para ver um filme que todos gostam, ou o último capítulo de uma novela. No caso do twitter, são amigos virtuais, claro, mas acabam muitas vezes sendo mais assíduos do que amigos 'reais'.


O lado ruim é que os tuiteiros mais beligerantes costumam assumir uma atitude arrogante e até agressiva com quem não compartilha do mesmo ponto de vista deles. Uma simples divergência de opiniões a respeito do personagem de uma novela, de uma celebridade ou de uma música torna-se motivo para bate-bocas intermináveis e bobos. O twitter nos deixou mais melindrosos e presunçosos. Todos se julgam experts e críticos imbatíveis e isso acaba gerando um mal-estar.

O grande prazer de hoje não está simplesmente em se sentar na frente da TV e acompanhar a novela passivamente. O público do twitter elogia, ataca, compartilha, repassa, defende, dá pitaco. A novela quase fica em segundo plano, já que o foco é comentar freneticamente. Vira uma espécie de competição para ver quem vai dar a tuitada mais engraçada ou inteligente primeiro. Ou quem vai fazer a piada mais rapidamente. Com Avenida Brasil, no ano passado, era pura catarse coletiva: todos vibravam, brincavam, elogiavam, sentiam-se parte da novela. Com Salve Jorge é o contrário: repudiada pela maioria dos tuiteiros noveleiros, a novela virou o tema favorito de piadas, deboches e troca de farpas.


Ainda não cheguei a uma conclusão sobre o saldo disso tudo. Se por um lado o público (por meio do twitter) está muito próximo de quem faz a novela (emissoras, autores, artistas) e tem a chance de expressar sua euforia pelas tramas, por outro parece que muita gente está mais preocupada em achar falhas e defeitos nas novelas do que em mergulhar nas histórias. É válida a 'vigilância' dos telespectadores. O público não precisa engolir tudo só porque a novela “é uma obra de ficção”. Aceitar furos grosseiros numa trama, por exemplo, é subestimar a capacidade intelectual do público. Porém me pergunto: até que ponto esses furos não ficaram gigantescos aos olhos do público justamente por causa dos vigilantes que não deixam passar absolutamente nada? Pelo visto, daqui pra frente os autores de novelas vão precisar de muito mais cuidado, até mesmo nos mínimos detalhes. Os twitterspectadores não perdoam. 

9 comentários:

  1. Adorei o texto rsrs!! Acho maravilhoso poder comentar e sentir a repercussão das novelas no twitter, mas não sei até que ponto isso é positivo. A mesma força que o twitter tem para por uma novela no topo como foi o caso de Avenida Brasil, também pode jogar tal trama lá embaixo, o que é o caso de Salve Jorge. Lá todo mundo é crítico, todo mundo é autor de novela, todo mundo quer corrigir, todos são donos da verdade, e tem aqueles que vai com a maioria, os "Marias vai com as outras" rs.

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Acho muito positivo o uso do twitter para comentar novelas, filmes, programas de TV, politica, tudo mesmo. É claro que não é exclusividade do twitter as asneiras que temos no mundo. No twitter temos uma resposta rápida a toda e qualquer pergunta, basta saber usar a ferramenta. As novelas, programas, politicos poderiam melhorar se ouvissem mais a voz do povo. Ainda falta muito para o twitter ser a voz do povo, mas expressa a voz de uma grande parte.

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito do twitter,claro que sempre vai ter aqueles que discordam da sua opiniao, mas acho o twitter uma otima forma de expressar as nossas opinioes!!!!!

    ResponderExcluir
  4. Acho o twitter a rede mais democrática do momento, mas tudo que é publicado deve ser filtrado e bem analisado porque tem gente querendo apenas aparecer e julgando-se comentarista ou crítico com erros graves de português. Parabéns pelo texto!

    ResponderExcluir
  5. Olá querida, já estou seguindo seu blog, que é muito charmoso viu?


    Convido você e suas leitoras a conhecer o meu:

    http://toobege.blogspot.com.br/


    Beijinhos e tenha uma ótima semana!

    ResponderExcluir
  6. Muito bom texto Daniel! Você mesmo disse que o twitter acaba deixando a própria novela em segundo plano, por causa da ânsia de twittar. Isso sim torna-se prejudicial, esse espectador nem vê mais a evolução da trama, pois fecha-se nesse mundo virtual. Muitos Parabéns por essa observação!

    ResponderExcluir
  7. "O lado ruim é que os tuiteiros mais beligerantes costumam assumir uma atitude arrogante e até agressiva com quem não compartilha do mesmo ponto de vista deles. Uma simples divergência de opiniões a respeito do personagem de uma novela, de uma celebridade ou de uma música torna-se motivo para bate-bocas intermináveis e bobos. O twitter nos deixou mais melindrosos e presunçosos. Todos se julgam experts e críticos imbatíveis e isso acaba gerando um mal-estar."

    Como não amar e vir aqui ratificar um texto pertinente como o seu, Daniel?! Sem dúvida que expressou um pouco de nossa chateação em protesto aos tantos absurdos que se vê na rede, especificamente no twitter.

    Até o próximo, queridão!

    ResponderExcluir
  8. Obrigado pessoal! Adoro esse feedback de vocês, as opiniões diversas, as observações... Esse é o tipo de discussão que nos empolga, instiga. Concordo com o que vocês disseram, em maior ou menor grau. Também acho o twitter fantástico para se fazer ouvir, botar a boca no trombone, trocar ideias, encontrar pessoas com afinidades... O que não curto, como já disse no texto, é a presunção, o egocentrismo, o clima de agressividade e os ataques de estrelismo que acontecem com certa frequência. Mas faz parte, né? Minha crítica não é em relação ao twitter, pelo contrário. O que falta é mais educação e respeito por parte de muitos usuários. E quando digo educação, não me refiro apenas a estudo e erudição. Quero dizer também cortesia, polidez, gentileza, um pouco mais de maturidade.

    ResponderExcluir
  9. É muito mais fácil mencionar uma coisa que nos parece errada do que nomear duas dúzias que parecem corretas. Por isso o foco quase sempre é pelo lado do "defeito" ou do melhoramento. eu própria já me peguei a reflectir nisso, percebendo que estava mais a focar o que não gostava do que o que gostava. Mas se é uma tendência tem de fluir. O que não deve existir é desrespeito. Mas opinião, favorável ou não, é legítima e faz reflectir.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...