sexta-feira, 29 de março de 2013

Os 30 anos de Malu Mader

Malu Mader há pelo menos três décadas dando o ar da graça na telinha. Convidei o amigo Renato Coelho para evidenciar aqui a sua [a nossa] paixão pela atriz. Desde já o agradeço pela sua participação especial no blog. Confira!  


Dona de sobrancelhas hipnotizantes, 46 anos, 13 novelas, 3 minisséries, 3 peças de teatro, seriados, filmes de Sérgio Rezende, do imortal Nelson Pereira dos Santos entre outros e diretora de um curta e de um documentário sobre um projeto de música clássica voltado para jovens carentes no Rio de Janeiro. Sim, estamos falando de Malu Mader, a mulher do músico e escritor Tony Bellotto há 23 anos, a mãe do João (17 anos – entrando na faculdade neste ano) e do Antonio (15 anos) e a atriz que fez o Brasil se apaixonar há 30 anos, quando atuou em “Eu Prometo”, último folhetim escrito por Janete Clair, a maga da teledramaturgia brasileira.


Conheci a Malu em “Ti-ti-ti” em 1985, mas a personagem, mesmo dona de si, não me conquistou pra valer, porém em 1988, há exatamente 25 anos, quando o primeiro capítulo de “Fera Radical” foi ao ar  o meu coração amoleceu e não teve jeito, cá estou, mais um fã maderiano escrevendo sobre a sua trajetória na TV, no teatro e no cinema.


Fera Radical”, a meu ver, é o melhor folhetim da nossa teledramaturgia e coincidentemente o primeiro papel de protagonista em novelas de Malu Mader. A atriz, em uma de suas entrevistas, confessa que entrou no elenco meio “sem querer”, mas depois tudo foi perfeito e até hoje o público lembra com muito carinho desse trabalho.


Pontos fortes para o casal José Mayer e Malu Mader ( que outro par romântico poderia ser?, até hoje não me vem à mente nenhum nome), para a atuação e beleza da mocinha e para a abertura que já nos colocava no clima: trama inigualável mesclando o rural e o urbano e moderno, pois Cláudia (Malu) se locomovia em cima de uma moto e trabalhava como analista de sistemas numa fazenda em pleno 1988!


Malu comemora os seus 30 anos de carreira agora em 2013 voltando à telinha em “Sangue Bom”, novela de Maria Adelaide Amaral e Vincent Villari. Parece que agora Malu atuará de verdade, fará uma garçonete popular (personagem bem diferente dos demais) e até será cantora. Digo isso comparando com o remake “Ti-ti-ti”, pois ali, infelizmente, a atriz parecia mais uma figurante do que qualquer outra coisa. Apesar de o folhetim ter sido um grande sucesso (Maria Adelaide Amaral nunca brinca em serviço) as cenas de Malu eram bem escassas e sempre deixavam o seu público desapontado. Hoje, 3 anos depois, tudo leva a crer que o cenário será outro! (vale lembrar que Felipe Camargo – de “Anos Dourados” -  volta a ser seu par romântico)  Estou na torcida!

 

A parceria Malu Mader e Gilberto Braga foi muito feliz para ambos e para nós, telespectadores sempre afoitos por histórias boas na telinha. O “namoro” entre eles  começou com “Corpo a Corpo” em 1984 no horário nobre culminando no “casamento” na grande e antológica minissérie “Anos Dourados” em 1986. Malu, até hoje, diz que esta minissérie foi o melhor trabalho da sua vida, pois tudo, completamente tudo era perfeito. 


Depois dos anos dourados, Malu conhece a rejeição do público com a personagem Márcia, de “O Dono do Mundo” em 1991. A professora trai o marido na lua de mel com o vilão Antonio Fagundes e a aceitação fica difícil de acontecer levando a audiência a um patamar desconfortável. Com o tempo o grande gênio Gilberto Braga consegue reverter a situação, mas a imagem da estrela sai arranhada.


No ano seguinte, Malu é presenteada com Maria Lúcia, a mocinha egocêntrica da minissérie “Anos Rebeldes”, a meu ver, a melhor do gênero!


Por incrível que pareça, Malu volta a trabalhar com Gilberto em uma outra minissérie – “Labirinto” (aqui o ano é 1998) e contracena pela primeira vez com Fábio Assunção vivendo uma prostituta.


Depois de anos sem atuar em novelas, Malu volta em “Força de um desejo”, em 1999 na pele da cortesã Ester Delamare e tendo novamente Fábio Assunção como par romântico, ator no auge da beleza na época.


Em 2003, Gilberto Braga, para comemorar os 20 anos de carreira da atriz, escreve “Celebridade”, folhetim de muito sucesso na época e até o momento o último trabalho da parceria Mader & Braga.


Malu atuou em 3 novelas do grande Cassiano Gabus Mendes, não nos esquecendo do remake de Maria Adelaide Amaral. O primeiro encontro foi em “Ti-ti-ti” em 1985, na trama engraçada dos dois costureiros e com ar paulistano. Ali, Malu e Cássio Gabus Mendes se apaixonam pela primeira vez na telinha tendo repeteco em “Anos Rebeldes” 1992 (Gilberto Braga) e no último folhetim de Cassiano, a fraca “O Mapa da Mina”, de 1993. Amanhã, o primeiro capítulo de “Mapa” fará 20 anos que foi ao ar e, infelizmente, o autor vem a falecer em agosto de 1993 com a novela ainda no ar.
Nessa época, Malu tinha passado por uma cirurgia delicada para remoção de um tumor benigno perto do fígado meses antes, e como atuava sem parar, quis se afastar dos folhetins longos voltando apenas em 99 com “Força de um Desejo”.
Vale ressaltar que a atriz sempre se coloca como uma grande admiradora dos trabalhos de Cassiano Gabus Mendes na história da teledramaturgia.


É impossível escrever sobre Malu Mader sem citar o seriado “A Justiceira”, que foi ao ar em 1997 nos meses de abril a julho. O seriado foi uma grande sacada do diretor Daniel Filho e pensado para a atriz. Malu e Daniel trabalharam juntos no seriado “A vida como ela é”, baseado em Nelson Rodrigues, no ano anterior e a Diana, de “A Justiceira” seria uma continuidade da parceria, de um projeto meio que cinematográfico para a TV na época. Porém, no último dia de 96 Malu se descobre grávida pela segunda vez e encurta a série, que foi pensada para o ano todo e como o grande produto dramatúrgico da emissora para 97. Daniel Filho recebe a notícia por telefone e, numa das entrevistas, Malu diz que viveu momentos de mal-estar com um dos diretores do núcleo. Para terminar o capítulo da Diana, “A Justiceira”, apesar da experimentação dos diretores e da gravidez de Malu Mader, a meu ver foi um grande marco da TV, pois tudo era muito moderno para os nossos padrões.


No teatro, duas peças são inesquecíveis: “Dores de Amores”, de 1989 com texto de Léo Lama e com direção de Roberto Lage no Teatro Bibi Ferreira em São Paulo (a peça teve tanto sucesso que Malu e Taumaturgo Ferreira protagonizaram em seguida a novela “Top Model”, de Walther Negrão e Antônio Calmon, outro grande sucesso da atriz) e “Vestido de Noiva”, de 1993, de Luiz Artur Nunes baseada em Nelson Rodrigues – um dos autores mais admirados por Malu Mader.


No cinema não podemos deixar de lembrar os filmes: “Feliz Ano Velho” (1987), de Roberto Gervitz e baseado no livro de Marcelo Rubens Paiva; “Mauá – O Imperador e o Rei” (1999), de Sérgio Rezende (gosto muito desse diretor); “Bellini e a Esfinge” (2001), de Roberto Santucci Filho e baseado no livro do marido Tony Bellotto; “Brasília 18%” (2005), do imortal Nelson Pereira dos Santos – aqui vale lembrar que a atriz começa a gravar logo depois da cirurgia no cérebro e para terminar com chave de ouro o documentário dirigido pela atriz com Mini Kerti: “Contratempo” (2008). E, claro, lá estava eu no Cine Bombril (hoje Cine Livraria Cultura) para assistir ao doc.  "Contratempo” não é perfeito e nem poderia por ser a estréia da atriz na direção, mas é um projeto delicado e humano. Vale a pena alugar e assistir!

Enfim, acho que deixei um pouco aqui a minha admiração pela Malu! O texto poderia ser mais longo, faltou aqui um olhar sobre a Glórinha da Abolição de “O Outro” (1987), novela de Aguinaldo Silva; mais detalhes sobre o seriado “A vida como ela é” (1996) – o meu episódio preferido é “A Esbofeteada”; detalhes sobre “Eterna Magia” (2007), novela de Elizabeth Jhin, sobre a vilã que não foi; impressões sobre o Curta “Essa História Dava um Filme” (2008), produzido para o canal Multishow; mas achei melhor escrever mais sobre a Malu futuramente e aí então passar os olhos pelos trabalhos que não foram comentados neste momento; ou seja, deixar aqui o gosto de quero mais... será que eu consigo essa façanha? Apenas o seriado “A vida como ela é” já seria material para textos e textos.


Caros leitores, desejo do fundo do meu coração que vocês tenham gostado dessa minha pequena homenagem à grande atriz e diretora Malu Mader!

Que venham mais 30 anos!!!


Renato Coelho cursou Letras na PUC-SP e trabalha com Literatura infanto-juvenil desde 2006.

68 comentários:

  1. Minha atriz favorita, das mais carismáticas do Brasil, protagonistas de obras que marcaram a teledramaturgia, interpretações marcantes, minhas favoritas são nas minisséries "Anos Rebeldes", fazendo um contraponto perfeito a guerreira vivida por Claudia Abreu; "Labirinto", a prostituta de luxo, seu papel mais distinto; e em "Força de um Desejo", a cortesã com porte de rainha...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristian,
      Vejo que você é um gilbertobraguiano! Eu também sou!
      "Anos Rebeldes", "Labirinto" e "Força de um Desejo" marcaram a história da TV,pois o Gilberto Braga ainda estava na sua melhor fase. Depois de "Celebridade" não vi mais a "empáfia" do autor nos folhetins, será por conta da inexistência de um personagem para a Malu? Pode ser.
      Obrigado por deixar as suas impressões! Abração!

      Excluir
  2. Linda reverência a nossa eterna "Fera Radical"! Adorei, Renatinho!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Julinho querido,
      Você sempre dadivoso com os meus textos!
      Que venha "Fera Radical" no VIVA!
      Obrigado pelo carinho, abração!

      Excluir
  3. Top Model é a primeira novela que me lembro de assistir na vida. Apesar de muito pequeno, lembro da abertura e de algumas passagens, mas principalmente de Malu. Sua imagem desde então se manteve no meu inconsciente. A "descobri" de verdade em A Justiceira. Tinha apenas 12 anos mas não perdia um episódio, apesar dos protestos de minha mãe por causa do gênero. Foi paixão à primeira vista. Labirinto e Força de um Desejo (pra mim sua melhor atuação a firmaram como minha grande musa nacional. Desde então não perdi um trabalho sequer e corri pra ver atuações antigas. Anos Rebeldes é VIDA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi,Silrras,
      Em "Top Model" eu já era fã incondicional da Malu por causa de "Fera Radical"!
      Assisto a novelas desde 84 (tinha 6 anos) e até hoje nenhuma outra me despertou tanta admiração como "Fera". Adorei "Top Model", "Anos Rebeldes", "Labirinto", "Força de um Desejo" - folhetim primoroso e, claro, o grande seriado "A Justiceira"!
      Na época em 97 eu não perdia um episódio e um amigo meu gravava em vhs para mim. O tempo passou, a emissora lançou em dvd e eu comprei.
      Gostei muito do final do seu comentário! Portanto, para terminar o meu, vai aqui o plágio rs:
      "Anos Rebeldes" é VIDA!
      Obrigado pelo comentário e um grande abraço!

      Excluir
  4. Adorei Malu é tudo isso mesmo a primeira novela que de fato assistir dela foi Celebridade e me apaixonei depois vi Força de um Desejo na qual ela estava impecável, e as minissérie todas e Top Model no Viva... Adoro a Malu super carismática, simples, musa um grande atriz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo com você, Dayê!
      Malu é adorável mesmo!
      Obrigado pelo comentário e um grande abraço!

      Excluir
  5. bom, o que um mero mortal noveleiro pode falar de um ícone como Malu...sim, ícone..assim como Regina Duarte, Suzana Vieira, Nívea Maria ...Malu surgiu pra dividir as águas da tv...com sua intepretação carioquíssma, uma beleza nada óbvia. Eu a conheço desde Eu prometo( guardo um carinho por essa novela) mas a associo muito a papéis de moçonas( como eu digo)sobretudo as com ética...mas acho que ela precisa mesmo de um papel que exija mais dela, mas de nada adianta se ela não levar mais a sério o veículo que ela trabalha....acho que ela quis deixar de ser atriz pra ser cidadã e isso atrapalhou de certo modo sua carreira. Mas é sempre bom vê-la...que venha Sangue Bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Edu,
      Realmente Malu é tudo e por isso que nem o tempo - 30 anos - apaga a sua importância na história da TV, do Cinema e do Teatro!
      Acredito que em "Sangue Bom" o público verá uma faceta diferente da atriz, já que lá ela será uma garçonete, bem diferente dos papéis cheios de estilo do passado.
      Discordo de você quando diz que a Malu não leva a sério o trabalho, o que é levar a sério no caso dos atores? Gravar uma novela todo ano e deixar o público cansado com a imagem do ator, como acontece com Tony Ramos, Lima Duarte, Antonio Fagundes, Laura Cardoso e tantos outros...
      Malu nos primeiros dez anos de carreira trabalhou incessantemente, mas depois do acidente de carro, que culminou em processo e tudo, a atriz repensou o fazer artístico e principalmente o lance superficial da fama.
      Acho a trajetória maderiana muito coesa: primeiros dez anos trabalhou todos os anos com papéis marcantes, de 94 a 2003: mais família,filhos e projetos mais pensados como a grande série "A Justiceira", e na última década uma novela a cada três anos.
      Daqui a um mês, nessa mesma hora, estaremos em frente à telinha para ver a Malu no primeiro capítulo de "Sangue Bom"!
      Obrigado pelo comentário e um grande abraço, Edu!

      Excluir
  6. Malu é amor! rs.
    Infelizmente não vivi TiTiTi (85), Anos Dourados, Fera Radical, Top Model, O Dono do Mundo, Anos Rebeldes. Conheci Malu em Força de um Desejo e, com 6 anos, me encantei. Mas foi em Celebridade (minha novela preferida, diga-se de passagem) que a paixão me pegou. E daí pra frente vivi por tentar ver a Malu que eu não tinha vivido, rs. Comprei os boxe's de Anos Dourados e Rebeldes (quejá virou aqui para casa, quase o que Chaves é para o SBT) e me apaixonei ainda mais por aquelas sobrancelhas e sardas charmosas. Depois disso, consegui fazer o download da versão internacional de Labirinto, e gamei na Paula Lee. Nesse meio tempo, apareceu a Eva Sullivan com a promessa de ser a primeira vilã de Malu. Não foi bem o que aconteceu, mas valeu por vê-la de novo. E o mesmo "valeu por vê-la de novo" aconteceu com o remake de TiTiTi.
    Depois de conseguir ver episódios de séries e especiais da Globo com participação de Malu (Brava Gente, A Vida Como Ela é, Os Normais) através de YouTube, downloads e afins, veio o canal Viva que tirou o mofo de um monte de coisa da Globo, e nos presenteou com o A Justiceira (me mostrando um dos melhores momentos de Malu: Diana Maciek); as reprises das minhas minisséries preferidas (a dupla lá em cima citada), que mesmo tendo os dvd's em casa, fiz questão de vê-las na tv; e Top Model, que não acompanhei toda, mas da grande parte que vi, adorei a Malu romântica, solar, de biquini, de sexy symbol, rs.
    Atualmente, vejo O Dono do Mundo, via YouTube. Estou adorando, pois além de ser uma novela onde a musa tem um grande destaque, é do meu autor preferido, GILBERTO BRAGA, dono de um texto inteligente e requintado, sem contar o elencão também presente (destaque para Fernandona, Glória Pires, Fagundão, Nathália Timberg, e a fofa da Letícia Sabatella, tendo essa última um lindo casamento de interpretação ao lado da Malu, como a grande amiga da Márcia, Thaís). A "polêmica" Márcia, realmente, é uma personagem que não dá pra torcer o tempo inteiro. As vezes gosto muito dela, e as vezes ela cansa, mas ainda estou no aguardo de ver o crápula do Felipe Barreto na chon, rs.
    Enfim, amo MALU MADER. Qualquer adjetivo aqui posto vai ser pouco. Malu é uma divindade, e ser um Maderiano (amei a designação, rs) é divinoooo, láláiá... haha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Álvaro,
      É muito amor pela Malu!!! rs
      Quando você nasceu Malu já estava com dez anos de carreira e fazendo a Wanda, do folhetim "O Mapa da Mina", do inesquecível Cassiano Gabus Mendes!
      É legar ver esse amor do público de todas as idades!
      Muito bacana o seu comentário e o seu bom gosto pelo Gilberto Braga, dono de textos inteligentes e requintados.
      Malu é amor!
      Obrigado pelo comentário e um abração!

      Excluir
  7. Um texto comum. Sabendo da intensidade de seu encantamento pela atriz e das qualidades com que consegue escrever, acabei frustrado. A partir do título, esperei uma espécie de síntese minimamente profunda, mesmo que pouco crítica, desses trinta anos de carreira da senhora Malu Mader. Não obstante o bom texto, restou a superficialidade, o elogio subjetivo e nenhuma contribuição para o entendimento objetivo de um nome importante na história da cultura brasileira recente.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rafael caríssimo,
      Espero que o próximo texto maderiano vá ao encontro das suas expectativas.
      Obrigado pelo elogio à minha escrita.
      Grande abraço!

      Excluir
  8. Caríssimos Cristian, Julinho, Silrras, Dayê, Edu, Álvaro e Rafael,
    Muito, muito, muito obrigado por lerem o texto e comentarem!
    Muito obrigado pelo carinho!
    Grande abraço!
    Renato

    ResponderExcluir
  9. Renato!!!!!!!
    Sabe que compartilho contigo desta admiração pela linda Malu mader. Sim, linda, com suas sobrancelhas grossas, sua cara sardentinha, seu jeito atrevido. Foi assim que vi a Malu pela primeira vez, na novela EU PROMETO, num começo meio tímido, jovial, com um frescor interessante em meio a uma trama um tanto quanto confusa para um garoto de dez anos como eu.
    Assim como você, comecei mesmo a entendê-la como atriz em TI-TI-TI. Como era gostoso o jeito espevitado e abusado da Walkíria da Malu, ali para mim ela já demarcava seu território dentro da tv. Já demonstrava que era uma atriz que tinha muito para contar. E como desenvolveu rapidamente, de uma patricinha paulistana do Cassiano para uma Lurdinha contida dos anos 50 do Gilberto para depois já se encaixar na figura suburbana de uma jovem carioca que vendia biljuterias na praia do Aguinaldo. Ano após ano, só surpreendendo, só nos hipnotizando diante das telinhas!!!!
    Por isto que confesso que odeio quando leio alguém falando mal dela, para mim é falar mal de alguém que sempre fez parte da minha vida, que vi crescer, assim ao meu lado. Malu para mim só melhora, se não está bem no personagem pode ter certeza que o texto não foi feito para ela, são poucos os autores que entendem seu estilo!!!!
    Adorei ler tua análise Renato!! Apaixonada, carinhosa, com detalhes e com lembranças de quem gosta, de quem admira!!!!!! Muito bom te ver por aqui amigo, espero ler muitas matérias tuas!!!!!!
    Grande abraço!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. Daniel caríssimo!
    Você e as suas exclamações irresistíveis!!! rs
    Infelizmente eu não assisti ao folhetim EU PROMETO, pois possuía apenas 5 anos de existência em 1983, mas quem sabe a emissora não lança em dvd homenageando o último trabalho da grande Janete Clair!
    Curiosamente eu achava a personagem da Malu em "Ti ti ti" mais uma da ala jovem daquele ano, pois a minha grande paixão era a Jô Penteado, inesquecível personagem da Christiane Torloni em "A Gata Comeu". Em "Anos Dourados", de 1986, eu me lembro do grande sucesso nacional e da belíssima trilha, pois a minha irmã - com 19 anos - ganhara do namorado, mas não cheguei a assistir por conta do horário... No ano seguinte em "O Outro", vi aquela empáfia maderiana toda na Glórinha da Abolição, no entanto, era apaixonado pela Rosália, personagem de Glória Pires em "Direito de Amar"...
    Em 1988, tudo mudou com a chegada de "Fera Radical", me apaixonei perdidamente pela Cláudia e desde então não perco um só trabalho da Sra. Bellottto!
    Tanto que não perdia um capítulo de "Anos Rebeldes" em 92, pois queria ali, de alguma forma, entrar no rol de apaixonados pela minissérie "Anos Dourados".
    Querido, muito obrigado pelo seu comentário, olhar sempre minucioso e dadivoso!
    Grande abraço!
    Renato

    ResponderExcluir
  11. O cara eh mto Fa da MM! Mto bom texto e, por favor, continue escrevendo!! Abc Daniel F

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dani, querido e amado!
      Já ganhei o domingo com o seu comentário!
      Vi a foto do filhote agora no e-mail: lindo demais!!!
      Obrigado e um abração do seu fã!
      Renato

      Excluir
  12. Adorei o texto. Foi ótimo relembrar os momento de Malu na TV. Meu encantamento pela atriz começou em Top Model, mas pouco me lembro da novela. Sei que era apaixonado pela trilha sonora, a nacional, mas fiz minha mãe comprar a que tinha a Malu na capa. Claro que não gostei do disco, pois queria o que tinha as músicas brasileiras. rs! Quero rever a minissérie Labirinto. Gostei muito de ver a Justiceira no Viva. O filme Feliz Ano Velho está na minha lista, mas não consigo achá-lo. Na contramão, eu gostei das cenas de Malu no remake de Ti-ti-ti e adorava as referências às outras tramas. Parabéns pelo texto Renato e volte mais vezes ao blog.

    ResponderExcluir
  13. Oi, Guilherme!
    A Malu nas capas das trilhas sonoras e nas aberturas rende um belo capítulo a parte!
    Veja a lista:
    Capas de trilhas (por ordem cronológica):
    1986 ANOS DOURADOS
    1987 O OUTRO Internacional
    1989 TOP MODEL Internacional
    1992 ANOS REBELDES
    1997 A JUSTICEIRA (aqui no caso Malu é capa da série em DVD lançado anos depois)
    1999 FORÇA DE UM DESEJO
    2003 CELEBRIDADE CD Nacional e Internacional

    Aberturas (por ordem cronológica):
    1986 ANOS DOURADOS
    1988 FERA RADICAL
    1997 A JUSTICEIRA
    2003 CELEBRIDADE

    Não nos esquecendo das capas dos filmes ao longo da carreira, dos cartazes das peças de teatro e da infinidade de comerciais em que a atriz protagonizou...

    A sua história com a trilha de "Top Model" é muito legal, com certeza muita gente viveu isso...
    Eu me lembro de ter ficado chateado com a Carla Camuratti na capa da trilha nacional de "Fera Radical"...
    Toda a galera ligada no Viva que eu conheço me diz que FERA é uma forte candidata a entrar na grade do canal, vamos torcer! Você que não assistiu em 1988 (na íntegra) terá a grande oportunidade!
    O Filme "Feliz Ano Velho" é um clássico da década de 80 e com ele, equiparo "Mauá - O Imperador e o Rei" (1999), do grande Sérgio Rezende (mesmo diretor de "Zuzu Angel"), "Bellini e a Esfinge" (2001), de Roberto Santucci Filho e "Brasília 18%" (2005), pelo imortal Nelson Pereira dos Santos!
    Vale também ressaltar o Documentário "Contratempo" (2008) dirigido pela Malu com a Mini Kerti.
    Guilherme, obrigado pelo comentário elogioso e por desejar a minha volta ao blog, pois quero voltar também! :-)
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  14. Malu Mader, como todo profissional que se destaca pela alta qualidade, nos impressiona sempre nas atuações e como pessoa. Sou fã dela, adorei saber mais sobre a carreira dessa grande atriz!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Simone querida!
      Obrigado pelo comentário!
      Dia 9 de abril está aí!
      Beijo grande,
      Renato

      Excluir
  15. Amo a Malu! Sempre foi linda e sempre será!

    ResponderExcluir
  16. "Anônimo",
    Faço das suas palavras as minhas!
    Obrigado pelo comentário e um grande abraço!
    Renato

    ResponderExcluir
  17. Amigos queridos,
    Muitíssimo obrigado pelos comentários todos, obrigado!!
    Por favor, insiram o nome de vocês no comentário, para que a minha resposta não seja impessoal.
    Um grande abraço!
    Renato

    ResponderExcluir
  18. Renato, você está de parabéns pelo belíssimo texto-homenagem à Malu Mader, atriz talentosíssima de quem sou superfã! Foi um prazer viajar com você e a Malu pelos papéis memoráveis que ela intrepretou. Entre mim e ela, descobri incríveis coincidências, como estarmos casadas há 23 anos e termos filhos com 17 anos; entre você e ela, nem seria preciso comentar, mas não me aguento: as sobrancelhas de vocês são de matar de inveja qualquer mortal. Beijo grande!!!

    ResponderExcluir
  19. Ai, que gafe! Nem assinei! Beijo grande da Leticia Sardenberg!!!

    ResponderExcluir
  20. Oi, Letícia!
    Muito obrigado pelo comentário elogioso e dadivoso!
    Muito legal as coincidências entre você e a Malu, só falta o maridão ser guitarrista também! rs
    Sobre as sobrancelhas... fico lisonjeado rsrs
    Beijo grande!
    Renato

    ResponderExcluir
  21. Há tantos anos fora do Brasil, devo confessar que não me recordo de todas essas novelas, filmes e séries com a Malu Mader. Me lembro muito bem da grande atriz e de suas sobrancelhas… "hipnotizantes". A matéria é tão envolvente que a gente chega a pensar que tem parentesco no meio, afinal a Malu e o Renato se parecem como "deux gouttes d'eau". Nada como o texto de um mago para abordar uma maga e nos transportar para além das lembranças. Parabéns e um grande abraço!

    ResponderExcluir
  22. Romulo, meu amigo músico e poeta!!!
    Obrigado pelo comentário delicioso!
    Viva a Malu e as suas sobrancelhas!!! :-)))
    Grande abraço!
    Renato

    ResponderExcluir
  23. Boa tarde!

    Renato, você não me conhece, mas muito obrigado pela homenagem a Bela e talemtosa atriz Malu Mader.
    Hoje tenho 40 anos e acompanho o trabalho da malu desde de 1987,(acho que eu tinha 14 anos) sua primeira novela " Eu Prometo" Tenho, em mente, pelo menos uma fala da Malu.rsrsr sempre fui e serei seu fã, falo pra todos que malu é minha irmanzinha,rsrs.
    Sou de Maceió, em 2012 estive no rio com minha esposa e de muito insistir ela me levou na Lagoa Rodrigo de Freitas para tentar ver Malu, rsrsr mas foi sem sucesso, voltei triste.Mas um dia conhecerei Malu e mostrarei todos os recortes e capas de revista que acumulei nestes anos todos.Ah! e os micos que paguei por ela rsrsrssr.
    Grande abraço!
    Manoel Santos
    E-mail:manoel_adm2@hotmail.com

    ResponderExcluir
  24. Boa noite, Manoel!
    Muito bacana o seu comentário de amor à Malu!
    Tenho 34 anos e desde "Fera Radical" - 1988 - não perco nada da atriz, virou mesmo um amor incondicional!
    Também sou daqueles que compram tudo... capas de revista, de trilhas sonoras...
    Tomara que você e a Malu se encontrem em breve!
    Muito obrigado pelo comentário!
    Abração!
    Renato

    ResponderExcluir
  25. Sou mais um dos incontáveis apaixonados pela Malu minha eterna musa, atriz preferida. Esse amor começou em 1983, há exatos 30 anos, em "Eu Prometo" seu personagens era pequeno, mas desde já Malu chamava atenção, pela naturalidade em cena e pela beleza carioca, esperta e encantadora. A cada trabalha mais eu me apaixonava, admirava não apenas sua beleza, como também seu talento de atriz, sua atuação em Anos Dourados foi um verdadeiro primor. Em "O Outro" virou mania nacional Glorinha da Abolição era uma febre, e Malu estava um escândalo de tão linda., mas em fera Radical veio sem dúvida a consagração como atriz, fez a crítica se calar e se curvar ao seu talento, e Malu entrou definitivamente para o primeiro time da Globo, merecidamente, e desde então todos os seus trabalhos seguintes só comprovaram que malu não era apenas um rostinho bonito, era também uma atriz que uni talento, beleza e elegância.

    Fico feliz e orgulhoso de pertencer a "geração Malu Mader", sim, ela é uma das poucas atrizes que conseguiu marcar toda uma geração, e por me juntar a todos os outros fãs e comemorar seus 30 anos de carreira e que venham mais 30, 40, 50, 60, e que Rosemere seja mais uma personagem marcante de sua vitoriosa carreira.

    Viva Malu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  26. Roberto Amaral:

    Sou mais um dos incontáveis apaixonados pela Malu minha eterna musa, atriz preferida. Esse amor começou em 1983, há exatos 30 anos, em "Eu Prometo" seu personagens era pequeno, mas desde já Malu chamava atenção, pela naturalidade em cena e pela beleza carioca, esperta e encantadora. A cada trabalha mais eu me apaixonava, admirava não apenas sua beleza, como também seu talento de atriz, sua atuação em Anos Dourados foi um verdadeiro primor. Em "O Outro" virou mania nacional Glorinha da Abolição era uma febre, e Malu estava um escândalo de tão linda., mas em fera Radical veio sem dúvida a consagração como atriz, fez a crítica se calar e se curvar ao seu talento, e Malu entrou definitivamente para o primeiro time da Globo, merecidamente, e desde então todos os seus trabalhos seguintes só comprovaram que malu não era apenas um rostinho bonito, era também uma atriz que uni talento, beleza e elegância.

    Fico feliz e orgulhoso de pertencer a "geração Malu Mader", sim, ela é uma das poucas atrizes que conseguiu marcar toda uma geração, e por me juntar a todos os outros fãs e comemorar seus 30 anos de carreira e que venham mais 30, 40, 50, 60, e que Rosemere seja mais uma personagem marcante de sua vitoriosa carreira.

    Viva Malu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro Roberto,
      Obrigado pelo comentário!
      Infelizmente não assisti ao folhetim “Eu Prometo”, mas a partir de “Ti ti ti” não parei mais e quando veio “Fera Radical”, não teve jeito: Malu se tornaria inesquecível!
      Que Rosemere seja mais um grande papel da atriz! Vamos torcer!!!
      Um abraço!
      Renato

      Excluir
  27. Muito bom o texto Renato Coelho. Você mais que ninguém tem autoridade suficiente para falar sobre o trabalho dessa grande atriz, que nos encanta desde muito jovem. Curioso que você ressalta sobre a rejeição do público, quase que unânime, ao trabalho dela como a infiel professora Márcia, em "O Dono Do Mundo", de Gilberto Braga. Entretanto é exatamente desse papel que me lembro dela - que a marcou definitivamente para mim como representante talentosa de sua geração. Não menosprezando, claro, os seus trabalhos anterirores ou posteriores. Tenho comigo que nesse trabalho ela foi muito feliz. E Braga a presenteou com uma grande personagem - rica em ambiguidade e de fortes sentimentos. Alí, a meu ver, ela pode provar o quanto era capaz de viver personagens mais intensos. Méritos dela e de Gilberto Braga, um grande conhecedor do comportamento da nossa sociedade moderna. Eu o comparo sempre ao dramaturgo Nelson Rodrigues - algo como um Nelson Rodrigues da nova geração. Estudou na cartilha do nosso maior dramaturgo. Parabéns pelos 30 anos de Mader. E que venha mais 30 anos pela frente! E que ainda possa vê-la contracenando com Alessandra Negrini, minha eterna paixão. (Tom Moscardini, Belo Horizonte, MG)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tom caríssimo,
      Muito interessante o seu olhar sobre a personagem da Malu em “O Dono do Mundo”, e mais, elegendo o papel como o mais notório da carreira!
      “O Dono do Mundo” (1991) de Gilberto Braga foi muito esperada por mim por muitas razões... era a volta do grande autor ao horário nobre depois de “Vale Tudo” (1988), era a grande retomada da parceria Mader & Gilberto depois da minissérie antológica “Anos Dourados” (1986), era a volta da Malu depois do sucesso estrondoso de “Top Model” (1989/90), era o primeiro folhetim com a Malu e a Glória Pires no mesmo elenco..... foi tanta expectativa que quando me deparei com a professora que trai o marido na lua de mel, o meu chão caiu....
      A abertura é uma das melhores da história, a trilha sonora internacional bombou na época (mesmo não tendo a Malu na capa...), o elenco era de primeira: Malu Mader, Antonio Fagundes, Glória Pires, Fernandona Montenegro, entre outras feras!
      No entanto, a história não decolou depois da traição de Mader com Fagundes. De longe sou moralista, de longe mesmo, mas tudo era muito nebuloso. Márcia era professora e não poderia ser tão ingênua como foi, o envolvimento com o Stenio Garcia para dar vida à vingança também não caiu bem, Paulo Gorgulho (ex-Pantanal) não tinha química nenhuma com Mader e no final... o diretor Dennis Carvalho entra na trama para ser par da Malu.... o pior final da atriz em toda a sua carreira!
      Ficou nítido que a personagem da Malu ficou muito perdida ao longo da história e o público rejeitou, claro! O público queria torcer novamente para a Malu, como aconteceu em “O Outro” (1987), “Fera Radical” (1988) e “Top Model” (1989/90) e também queria reviver a grande trama de “Vale Tudo” (1988): a melhor novela de Braga até hoje! Mas.... foi impossível.... tão impossível que a mexicana “Carrossel”, do SBT, incomodou a direção da emissora na época.
      Como nada no mundo é para sempre, tanto as coisas boas como as coisas ruins, “O Dono do Mundo” se retira em janeiro de 1992 e em julho entra no ar a minissérie “Anos Rebeldes”: 20 capítulos espetaculares sobre os anos de chumbo protagonizados pelas sobrancelhas maderianas e escritos pelo grande autor, o nosso Nelson Rodrigues contemporâneo, Gilberto Braga! Ali, a meu ver, Malu Mader é acariciada pelo Gilberto depois da bomba do ano anterior...
      Que Gilberto volte com Mader e Negrini juntas!!!
      Tom querido,
      Mais uma vez, muito obrigado pelo grande comentário, pelo seu olhar sempre minucioso e diferenciado!
      Grande abraço!
      Renato

      Excluir
  28. sou muito fã d Malu Mader,,,além dos belíssimos trabalhos, seu caráter e simplicidade.Fico lisongeada por me acharem fisicamente parecida com ela! bjs de Bel Bastos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Bel!
      Obrigado pelo comentário!
      Beijos,
      Renato

      Excluir
  29. Oi Renato.
    Amei tudo que li aqui sobre a maior estrela da tv brasileira.
    Sou da sua idade. E, me diga que outra atriz nesse nosso Brasil, chegou aos pés da projeção que Malu alacançou no final dos anos 80?
    Menino que pena que vc não viu O Outro, senão com certeza Maluzinha teria se tornado sua musa ali.
    Glorinha da Abolição foi a personagem mais Malu Mader que vc possa imaginar. Linda, livre e rebelde como a jovem Malu Mader era na epoca.
    Arrisco em dizer que Malu é a nossa Julia Roberts.
    Uma grande estrela que não se rendeu aos silicones e botox. Quem alem das duas que são da mesma geração (Malu Mader - 1966 Julia Roberts - 1967), não se rendeu a procura pela eterna juventude? Claudia Raia e Nicole Kidman que não são.
    Beijos 1000 e parabéns pela postagem

    ResponderExcluir
  30. Oi Renato.
    Amei tudo que li aqui sobre a maior estrela da tv brasileira.
    Sou da sua idade. E, me diga que outra atriz nesse nosso Brasil, chegou aos pés da projeção que Malu alacançou no final dos anos 80?
    Menino que pena que vc não viu O Outro, senão com certeza Maluzinha teria se tornado sua musa ali.
    Glorinha da Abolição foi a personagem mais Malu Mader que vc possa imaginar. Linda, livre e rebelde como a jovem Malu Mader era na epoca.
    Arrisco em dizer que Malu é a nossa Julia Roberts.
    Uma grande estrela que não se rendeu aos silicones e botox. Quem alem das duas que são da mesma geração (Malu Mader - 1966 Julia Roberts - 1967), não se rendeu a procura pela eterna juventude? Claudia Raia e Nicole Kidman que não são.
    Beijos 1000 e parabéns pela postagem
    Maria Helena

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caríssima Maria Helena!
      Muito bacana o seu comentário e vejo que você é uma mega fã da Malu também!
      Temos a mesma idade e guardamos no coração essa paixão maderiana! Coincidências muito boas!!!
      Só falta você também me dizer que é canceriana! rs
      Maria Helena,
      Estou ouvindo neste momento "Don't Get Me Wrong" – Pretenders - tema da Glórinha da Abolição segundo o Wikipedia... o tema era esse mesmo?
      Você tem razão, que outra atriz, no final da década de 80 no Brasil, teve a mesma projeção que a Malu?
      E mesmo dez anos depois em 99! Malu brilhava em "Força de um Desejo" ao lado de Ana Paula Arósio em "Terra Nostra"!
      Voltando à 1987...
      Eu assistia à "O Outro" esporadicamente e gostava da Glórinha, mas minha paixão era a Rosália, personagem de Glória Pires, em "Direito de Amar"... Glória Pires e Lauro Corona eram um par romântico com uma química muito especial!
      Em "O Outro", a Malu se envolvia com o Cuoco... por outro lado, a atriz estava tão linda, livre e rebelde... que saltou pra capa da novela! E que capa!!! E que trilha internacional!!! O que era aquilo?
      Me lembro que todos tinham, ou o vinil ou a fita-cassette... (fui comprar o disco dez anos depois num sebo em São José dos Campos).
      Em 1988, veio "Fera Radical" e aí não teve jeito: Malu se tornaria inesquecível a partir de então!
      Como você, também acho que a Malu é a nossa Julia Roberts! Sem sombra de dúvida!
      Malu se consagrando de vez aqui com "Top Model" e a Julia lá com o Filme "Uma Linda Mulher"!
      Maria Helena, muito obrigado por ter amado o meu texto e pelo comentário dadivoso!
      Você é uma querida e tomara que seja canceriana do ano de 78 como eu!
      Se você estiver no facebook, por favor, me adicione: http://www.facebook.com/coelhosr
      Precisamos dar continuidade às comemorações dos 30 anos de carreira da Malu e passar ao outro as impressões sobre a Rosemere em "Sangue Bom"!
      Beijos 100.000!
      Renato



      Excluir
  31. Que honra ter sua bela homenagem postada no "PCC?", Renato. Também curto bastante o trabalho da Malu Mader e amei o seu texto. Valeu!

    Abraço, queridão. Até uma próxima!

    Aproveito também para agradecer aos tantos leitores e comentários registrados aqui. Voltem mais vezes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isaac querido!!!
      A honra foi minha e novamente muito, muito obrigado por me deixar falar sobre a Malu aqui no seu blog tão especial!
      A sua bênção ao meu texto foi grandiosa e muito importante para mim.
      Obrigado por tudo.
      Até a próxima!
      Grande abraço,
      Renato

      Excluir
  32. Renato, olha eu novamnte para relatar um mico que passei pela Malu.Estava eu num evento da empresa que trabalho em São Paulo, na época Malu era garota propaganda da Mabe, no evento tinha um stand dessa marca e um poster em tamanho real da Malu, logo na entrada, não contei estoria, rsrsrr entrei e peguntei se a moça poderia me dar, para minha felicidade, ela disse que no final do dia eu poderia ir buscar, era o último dia do evento.Sai de lá com a Malu em baixo do braço, o pessoal olhava para mim e ficava rindo, rsrsrsrs meus amigos ligaram para minha esposa dizendo que eu estava levando a Malu para casa...mas não parou por aí não, fui ao shooping com o poste e entrei numa loja de terno, os atendentes ficaram olhando sem entender, claro, ai pedi um sacola de terno para colocar a Malu rsrsr, eles me atenderam super bem e me ajudaram... no aeroporto pedi para colocar como frágil, a moça riu e disse : Você gosta da malu? eu disse muuito, vc ja viu ela por aqui, ela disse sim , ele é muito simpática.Pessoal essa é mais uma historia de amor pela Malu. rsrsrsr.
    Obrigado pela atenção.
    Manoel Santos
    manoel_adm2@hotmail.com

    ResponderExcluir
  33. A partir da próxima segunda 29/04 Malu poderá ser vista em dois momentos distintos de sua carreira: na nova novela das sete com uma persogem popular, que eu aguardo ansioso, Malu estará de volta a tipos como populares como as maravilhosas Vanda de O Mapa da Mina e Glorinha da Abolição de O Outro, e na re-repreise de Anos Dourados no VIVA. Melhor impossível, um verdadeiro presente para os fãs.

    Flávio Torres

    ResponderExcluir
  34. Flavio, você sabe quando vai ser a reprise no Viva?

    Obrigado,
    Manoel

    ResponderExcluir
  35. Concordo que "Fera Radical" é a melhor novela da teledramaturgia de todos os tempos. É uma pena que não seja tão valorizada, reconhecida e reprisada.

    ResponderExcluir
  36. Malu é tudo de bom! Lindíssima!

    ResponderExcluir
  37. Que artigo maravilhoso esse sobre a não menos maravilhosa Malu Mader, me fez fazer uma viagem fantástica no tempo e relembrar a trajetória vitoriosa de minha eterna musa. estou encantado por sua Rosemere, há tempos queria ve-la num papel assim e ela, como sempre, arrasando e encantando, já aguardo ansioso pelo seu proximo trabalho.

    ResponderExcluir
  38. Me tornei fã incondicional de Malu em Força de Um Desejo onde teve uma atuação memorável como a inesquecível baronesa Ester Delamare, simplesmente perfeita. Depois veio Celebridade, mas não gostei muito dessa novela, assistia apenas de vez em quando. Depois veio Eterna Magia e mais uma vez Malu arrasa na pela da voluntariosa Eva, nessa novela injustiçada. Agora Ela está deslembrante na pele da batalhadora Rosemere e eu me divirto e me emociono muito com esse personagem, em mais uma prova do seu talento. Descobri esse texto comemorativo dos 30 anos da carreira dela e mais vontade tenho de conhecer seus trabalhos anteriores, graças ao VIVA já vi Top Model, Anos Dourados e Anos Rebeldes, amei tudo, Malu perfeita, mas minha curiosidade é maior pela elogiadíssima Fera radical, novela preferida da minha mãe, e pelo que falam um dos melhores trabalhos de Malu, torço muito por esse reprise, e mais uma vez conhecer um pouco mais do trabalho dessa maravilhosa atriz.

    ah, parabéns Renato seu texto é brilhante!

    ResponderExcluir
  39. Realmente, Malu Mader é a Diva da TV brasileira, minha atriz preferida. Espero vê-la novamente como protagonista de novela, como ela merece... adooooooro...........

    ResponderExcluir
  40. Olá fãs da Malu! Como vocês, sou também admiradora dessa pessoa que não é só uma atriz talentosa; é esposa e mãe dedicada, cidadã engajada e ser humano rico em humildade, simplicidade e generosidade. Desde 1985 quando assisti TiTiTi aos 8 anos fiquei encantada por ela, depois me apaixonei quando vi Anos Dourados e solidifiquei esse amor ao ver Fera Radical (que parece ser a unanimidade entre os fãs). Hoje, pessoas que me conhecem daquela época ainda se impressionam e até acham graça que um sentimento típico da infância/adolescência ainda perdure e sei que perdurará por toda minha vida. Essas coisas não têm explicação... Agora com 36 anos, 03 filhas (as pequenas a chamam de tia Malu), continuo entrando na internet todos os dias para ver as notícias referentes à ela, assistindo ao capítulo de Sangue Bom e revendo seus antigos trabalhos, da mesma maneira que antigamente fazia nas bancas de revistas procurando uma foto, uma notícia... Fico feliz sempre que vejo comentários tão bonitos e verdadeiros, pois sei que pessoas, como eu, estão sempre em corrente de desejo de amor, de felicidade, de saúde, de sucesso... Bendita seja Capitães de Areia, que a inspirou a seguir a carreira de atriz e nos presentear com seus lindos trabalhos. Um beijo grande à todos. Sônia.

    ResponderExcluir
  41. Conheci Malu através de Eterna magia eu adora Eva, sua personagem nesta novela, impetuosa, dona de si, voluntariosa e apaixonante, amei essa injustiçada novela. Consequentemente passei a admirá-la e a ter curiosidade por sua carreira. Com as reprises do VIVA pude comprovar a atriz maravilhosa, sensível e forte que a cada personagem consegue dar mostra de seu talento, não deu outra, tornou-se para sempre minha atriz preferido. Atualmente assisto a Sangue Bom e lá estar Malu arrasando com sua despachada e batalhadora Rosemere, que já considero um dos melhores trabalhos de sua carreira. Além da profissional talentosa, encantadora, linda e inteligente, Malu é também uma das maiores personalidades do meio artístico, sempre longe de polêmicas, escândalos, preservando sua vida particular (o que deveria fazer todos os artistas) e constituindo uma família linda, resumindo exemplo de profissional e mulher.

    ResponderExcluir
  42. Em 1997 no auge dos meus 15 anos novela era a última coisa que me interessava, obviamente já havia ouvido falar em Malu Mader, porém como nunca assistia novelas, não tinha o menor conhecimento do seu trabalho. Até que neste mesmo anos vendo as chamadas de A Justiceira tive a curiosidade de assistir, já que sou fanático por séries e de ação mais ainda. Já no primeiro episódio caí de amores por Malu, a série era fantástica, a melhor no gênero já produzida na TV brasileira. Malu estava perfeita e lindona como Diana Maciek e desde então passei a acompanhar tudo que ela faz, tornei-me fã de carteirinha e confesso só assisto as novelas em que ela esteja atuando, e sempre gosto.
    Malu me conquistou definitivamente por seu talento, simplicidade, beleza, fiz questão de assistir a todos os seus trabalhos reprisados no VIVA, o que só fez crescer minha admiração, não perco um só capítulo de Sangue Bom e já estou pensando em como vai ser quando acabar e não ter mais essa figura linda e doce todos os dias.
    Viva Malu!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  43. Malu é fantástica fiquei perdidamente apaixonado por ela em O Mapa da Mina quando ela vivia a piriguete (na época não existia esse termo) Wanda, era um show, depois disso nunca mais deixei de assistir a qualquer coisa que ela participasse seja na TV ou no cinema, sempre vejo e gosto, é minha atriz preferida, minha eterna musa.
    Esse texto-homenagem é o máximo, um belíssimo passeio pela sua carreira, de papeis importantes, não a toa Malu é um dos maiores e mais respeitáveis nomes do mundo artístico, sempre discreta, talentosa e linda.

    ResponderExcluir
  44. Lendo esse texto, muito bom por sinal, fiz uma viagem não apenas pela carreira maravilhosa da sempre e toda linda Malu Mader, mas também pela minha vida, já que tenho a mesma idade dela.
    Lembro nitidamente de Malu em sua estreia em Eu Prometo e desde então acompanho toda a sua admirável trajetória.
    No início realmente Malu trabalhou num ritmo intenso, emendando uma novela na outra, mas depois do acidente em que se envolveu e problemas de saúde fizeram suas aparições na TV ficarem num intervalo maior. O que não quer dizer que tenha perdido o mesmo brilho do início. Além de admirar a atriz magnífica que sempre demonstrou ser em cada papel, admiro também o ser humano,mesmo diante das adversidades Malu manteve-se discreta, elegante e respeitosa, fugindo de sensacionalismos e escândalos.
    Malu é um exemplo de profissional e pessoa, coisa muito rara nos dias de hoje, onde é comum buscarem o sucesso fácil, sem nenhum mérito artístico, e exporem suas intimidades sem o senso do ridículo.
    Malu sempre maravilhosa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  45. Malu sempre diva, musa, maravilhosa, linda. Amo demais!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  46. Malu é aquela pessoa que parece fazer parte da nossa família, dona de um magnetismo único, sempre encanta com suas personagens com muita verdade, talento e beleza.

    ResponderExcluir
  47. PODE TER MUITA ATRIZES BOAS, MAS AINDA NÃO VI NENHUMA FAZER UM NELSON RODRIGUES COMO MALU MADER. AS PERSONAGENS PARECEM TER SIDO ESCRITAS PARA ELA. SOU UM FÃ INCONDICIONAL, ALÉM DE SER MINHA ATRIZ FAVORITA, É DE UMA BELEZA ÚNICA. PARABÉNS.

    ResponderExcluir
  48. Descobri esse blog agora e justamente com um artigo tão bacana sobre minha eterna musa Malu Mader. Sou fã das antigas desde Eu Prometo, seu primeiro trabalho na TV, e faço questão de acompanhar tudo o que ela faz, atualmente estou me deliciando com sua Rosemere, amo essa personagem, e já aguardando com ansiedade seu próximo trabalho.

    ResponderExcluir
  49. Gostaria muito de poder assistir O OUTRO, nasci naquele ano de 87, e sempre ouvi falar sobre essa novela, eu só tenho o ultimo capitulo. malu estava linda, jovem e autentica. comprei o disco da novela recentemente num sebo aqui em cuiabá. e olha a som livre caprichou nessa trilha internacional hein!. só musicão arrasa quarteirão. e além do que nossa malu estampava a capa deslumbrante e perfeita. tenho a trilha em formato de cd com as musicas remasterizadas e inteiras.será possivel um revival no canal viva? lógico que FERA RADICAL tbm merece todos os aplausos possíveis e uma reprise seria necessária.

    ResponderExcluir
  50. Hola, he decidido escribir en mi idioma natal primero, soy peruana y si, también soy fan de Malu Mader. Creo que es la más grande de Brasil. Desafortunadamente no he visto todos sus trabajos, pero la conocí en Fiera Radical y la fuerza y audacia de su personaje me encantó. En aquella época tenía como 7 años y quería ser como ella. Después la volví a ver en Top Model pero por cuestiones de estudios escolares no pude continuar viéndola, sin embargo, me reecontré con ella en La Fuerza del Deseo (para mi la mejor novela de todos los tiempos, es mi novela favorita y siento que como ella no habrá otra), una novela impecable, ella estuvo perfecta demostrando que es una actriz bella, talentosa y elegante. Quisiera ver todos sus trabajos y de vez en cuando entro a youtube para verlos, pero ahora por el trabajo no puedo mucho. He comprado las versiones de España e Italia de La Fuerza del Deseo y me encantaría comprar la versión brasilera, si alguien la tiene y me la puede vender se lo agradeceré mucho. Por si acaso les dejo mi correo. gabydex@yahoo.com Mi nombre es Gabriela :) He leido por ahí que Malu podría volver en el 2015 con Gilberto Braga, ojala que sea así, ya quiero verla de nuevo y con Braga que me parece el mejor escritor ;) Abrazos a todos los fans de esta maravillosa artista, orgullo de Brasil :)

    ResponderExcluir
  51. Olá, meu nome é Gabriela , eu sou peruano e sim, eu também sou um fã de Malu Mader . Eu acho que é a maior do Brasil . Infelizmente eu não vi todas as suas obras , mas eu a conheci em Fiera Radical e da força e ousadia de sua personagem que eu amava. Naquela época, foi cerca de 7 anos de idade e queria ser como ela. Então eu vi em Top Model , mas questões de escolaridade que eu poderia continuar a ver , no entanto, eu reecontré ela em Força de um Desejo (para mim o melhor romance de todos os tempos, é a minha novela favorita e eu me sinto como não vai ser outro ) um romance perfeito, ela era perfeita provando ser um lindo , talentoso e elegante atriz. Eu gostaria de ver todo o seu trabalho e, ocasionalmente, eu vou para o youtube para vê-los , mas agora eu não posso trabalhar muito. Eu comprei as versões de Espanha e Itália da Força de um Desejo e gostaria de comprar a versão brasileira, se alguém tem isso e eu posso vendê-lo muito grato. Apenas no caso de eu deixar o meu e-mail. gabydex@yahoo.com :) Eu li em algum lugar que Malu poderia retornar em 2015 com Gilberto Braga, por isso espero que seja porque eu quero vê-lo novamente e Braga parece-me o melhor escritor ;) Abraços a todos os fãs deste artista maravilhoso , orgulho do Brasil :)

    ResponderExcluir
  52. é muito perfeito esse texto né, me encanta!!!
    Renato, meu amigo, arrasou!!!

    ResponderExcluir
  53. lindo texto, Malu sempre maravilhosa.

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...